Arquivo mensal: outubro 2010

Devoradores da Arquibancada 04 – Com o Grêmio onde ele estiver!


Esse é o programa dos “Devoradores da Arquibancada”, onde pegamos histórias engraçadas, emocionates e inesqueciveis de quem faz parte do esporte mais emocionate do mundo.


Fato aconteceu com o torcedor André  Poerschke, Grêmista. Ele conta a historia do titulo do time em 1996.

Meu primeiro contato com o Grêmio foi em 1995, até então, minha mãe dizia que eu era colorado, mas pense, até os quatro anos você não lembra de nada. Meu pai, neste ano, após a conquista do bi campeonato da libertadores da américa, me deu o uniforme completo do Grêmio (camisa, calção, meia, chuteira, tudo…) foi meu primeiro contato com este incrível clube. 
Mas quero contar a primeira lembrança com o Grêmio. Era 1996, final do campeonato Brasileiro. Grêmio x Portuguesa, primeiro jogo no Morumbi. O resultado final foi 2×0, mas o que marcou em mim foi o gol de falta concretizado pela Portuguesa. Meu pai me carregava no colo e eu estava em prantos, não era possível estar acontecendo aquilo com o Grêmio, ele estava perdendo e eu com apenas 5 anos já estava no clima e na emoção do que é vivenciar o futebol. Eu chorava e não parei de chorar até a hora de dormir, não aceitava a derrota. Uma semana depois veio a glória. Era o Grêmio no olímpico, lotado e eu, meu pai, meu irmão, ambos Gremistas e minha mãe colorada. Paulo Nunes fez o primeiro, faltava mais um gol, até que…Aílton encaixa um chutaço, era o Grêmio Campeão Brasileiro de 1996. Não chorei, eu abri um sorriso e fiquei comemorando muito. Me arrepia essa história, minhas primeiras lembranças do clube do meu coração, foi justamente um magnífico título Brasileiro.”
Tem historias boas assim? Envie para ricardo_rpucci2@hotmail.com
Anúncios

CLÁSSICOS PAULISTAS- PARTE 2 (JUVENTUS X PORTUGUESA)


São as duas maiores colonias do Brasil, com a maioria vivendo na cidade de São Paulo. Eles tinham que ter um clube de futebol representando cada país. Juventus, localizdo na Mooca, bairro tipico italiano, preserva a cultura dos “carcamanos”, talvez muito mais que o Palmeiras. A Lusa é vista como o time de todos os “portugueses-brasileiros” de São Paulo. Juve x Lusa é sim um classico, apesar de algumas pessoas acharem que não é.

Nome:Associação Portuguesa de Desportos
Alcunhas: Lusa
Torcedor: Lusitano, Rubro-Verde
Mascote: Leão (mascote atual) e Severa (primeira mascote)
Fundação: 14 de agosto de 1920 (90 anos)
Estádio: Canindé
Capacidade: 21.000
Presidente: Manuel da Conceição Ferreira (Manuel da Lupa)

A torcida da Portuguesa é fanatica. Apesar de ter varios mistos, os poucos que não são, sempre apoiam o time no Canindé. Sua torcida organizada é a Leões da Fabulosa.




Esses são os verdadeiros Lusitanos.

Na Rua Javari também existe uma grande paixão pelo o Juventus. A torcida Juventina sempre está presente no estadio.






Esses são os verdadeiros Juventinos.



A principal torcida do Juventus, todos já sabem. É a Setor 2, já comentada aqui em outra oportunidade.


 

No ultimo jogo entre as equipes, o Juventus venceu por 3×2, joga na Rua Javari, valido pelo Paulistão de 2008. Hoje o classico só acontece nas categorias de base, mas, em breve o Juventus voltara para o seu lugar.
O histórico de jogos não é oficial, só conta os Paulistões. A Lusa leva vantagem, mas não se sabe o real levantamento de jogos.
Total de Jogos: 118

Vitórias da Lusa: 69
Empates: 25
Vitórias do Juventus: 24

Juventus: Campeão em Toquio em 1974.


Sim, para aqueles que acham que o Juventus nunca ganhou nada, saibam que alem de ter ganho varios títulos, faz algo que poucos clubes Brasileiros e paulistas fizeram. Foram a Toquio, e alem de ter ido, voltou campeão.
No ano em que completou 50 anos, o Juventus fez um excursão pela Asia. Um desses jogos, foi convidado para jogar no Japão, contra a Seleção Japonesa ( melhor da Asia) em Toquio. O desafio valia  a Taça Cidade de Toquio. Não se tem muitas informações sobre esse titulo, mas se sabe que o Juventus venceu de 2×0, sendo campeão.
Não fui um mundial, como muitos times tem, mas ao contrario de algumas equipes que ganharam titulos no Brasil e falam que é mundial, sabemos reconhecer que, foi apenas um titulo internacional.
Parabéns Juventus.

Campeonato Paulista Série A-3 2011


Cairam da A-2 esse ano:

FLAMENGO – GUARULHOS É AQUI DO LADO.
OSASCO – MESMA COISA DE OSASCO.
TAQUARITINGA – 333 KM DA CAPITAL.
OSVALDO CRUZ – 570 KM DA CAPITAL.

Subiram da Série B:

INTERNACIONAL DE LIMEIRA – 154 KM DA CAPITAL.
TABOÃO DA SERRA – AQUI PERTINHO TAMBÉM.
PAULINIA – 118 KM DA CAPITAL.
VELO CLUBE DE RIO CLARO – 173 KM DA CAPITAL.
SANTACRUZENSE* ( SANTA CRUZ DO RIO PARDO) – 315 KM DA CAPITAL.

* COM O ACESSO DO COMERCIAL, A FEDERAÇÃO DEVE DAR A 5° VAGA PARA O SANTACRUZENSE.

Ficaram na Série A-3 desse ano:

FRANCANA – 401 KM DA CAPITAL.
ARAÇATUBA – 536 KM DA CAPITAL.
LEMEMSE – JÁ SABEMOS CHEGAR LÁ.
PENAPOLENSE – 490 KM DA CAPITAL.
TAUBATÉ – TAMBÉM SABEMOS IR LÁ.
XV DE JAÚ – 296 KM DA CAPITAL.
ITAPIRENSE – 173 KM DA CAPITAL.
BARUERI – AQUI DO LADO.
BATATAIS – 355 KM DA CAPITAL.

Vamos disputar a vaga com times de tradição como Velo Clube,Taubaté, XV de Jaú, Inter de Limeira, Francana e Penapolense que devem vir fortes. Além das empreas como Barueri, Osasco, Paulinia e Taboão da Serra que por ter ajuda da prefeitura, também deve vir com força. A tabela deve sair dentro de 1 mes. Essa semana será definido o regulamento e formato da Série A-3 do ano quem vem.

Forza Juve!

Devoradores da Arquibancada 03 – Um estranho dentro do seu ninho.


Esse é o programa dos “Devoradores da Arquibancada”, onde pegamos histórias engraçadas, emocionates e inesqueciveis de quem faz parte do esporte mais emocionate do mundo.

Paulistão de 2004. Tinha 12 anos e na quela epóca era São Paulino doente por causa do meu pai. Minha historia como Juventino começou em 2003. Meu primeiro jogo num estádio foi Juventus 2×1 Ituano, pelo torneio da morte de 2003. O Juventus escapou do rebaixamento. Em 2004, estava para cair de novo. Com um ajudinha do juiz, o Corinthians ganhou do Juventus por 3×2, rodada anterior, o que tirou o time alvinegro da lanterna jogando o Juventus para ser rebaixado. O Corinthians estava dois pontos a frente e ia jogar em casa contra a Portuguesa Santista. O Juventus jogava contra o São Paulo em São caetano, e como era perto de casa, meu pai em levou para ver pela primeira vez o tricolor.
Nesse jogo, choveu de mais. Eu já tinha uma admiração pelo Juve, e com o fato de que a derrota do São Paulo rebaixaria o Corinthians, torci pelo Juventus, por dentro, mesmo estando na torcida São Paulina.
Grafite fez 1×0, no gol oposto de onde estava. Comemorei discretamente. Eu e alguns torcedores gritavamos para o Rogerio Ceni que estava há uns 35 metros de nos, para deixar empatar. Toda vez que o Juev atacava eu torcia para ser gol. No fim do segundo tempo, Grafite fez 2×0.
No Segundo tempo, veio a noticia que o Corinthians estava perdendo. O Juventus precisava virar e fugir.
Contagiado pela torcida São Paulina, comecei a torcer para o Juventus. Terrão fez 2×1 logo depois.
Comemorei. Com a chuva, fiquei abrigado numa parte coberta do estádio. Jogo terminou e o Juventus caiu.
Fiquei triste, mas não pelo fato do Corinthians não ter caido, e sim pelo rebaixamento do Juventus. Jogadores do Juve chorando, a torcida deles ( hoje minha, hehe) saindo tristes. Não queria isso para o Juventus. 4 anos mais tarde comecei a frequentar mais a Rua Javari, onde estou até hoje. De novo foi uma derrota, dia 03/08/2008. Juventus 1×3 Santo André na Copa Paulista.

Naquele  dia  eu fui, sem duvida um estranho dentro do meu antigo ninho.

Devoradores da Arquibancada 02 – A volta de quem não foi.


Esse é o  programa dos “Devoradores da Arquibancada”, onde pegamos histórias engraçadas, emocionates e inesqueciveis de quem faz parte do esporte mais emocionate do mundo.

Hoje, vamos contar a história vivida com Richard, 18 anos, torcedor do XV de Jaú, pela Série A-3 de 2005.

“Era Rio Claro x XV de Jaú. Valia vaga para a Segunda divisão do paulistão. Jogo era em casa, mais de 20 mil pessoas no estádio e precisavamos só de um epate para o acesso tão sonahndo. Logo no inicio do jogo, o Rio Claro fez 1×0 com Luciano Gigante. Estádio ficou apreensivo. Precisavamos do gol para subirmos, e voltar para a Série A-2.  No segundo tempo, o lateral Dudu fez o gol de empate. Era o gol do tão sonhado acesso. Chorei muito de alegria. Eram 8 longos anos esquecido na terceira divisão. Para um clube tão tradicional como o Galo, era tempo de mais. Mas, aos 47 minutos, Luciano Gigante fez o gol Rio Clarense. Com isso o Galo continuava na terceirona. Meu choro agora foi de tristeza. Fiquei a semana inteira mal com isso. Muito triste. No ano seguite, ganahmos da Ferroviaria la em Araraquara de 2×0. Eu fui. Finalmente voltamos para Série A-2. Pena que retornamos em 2008 para Série A-3, onde ainda estamos.”

Quer participar? Envie sua história para  ricardo_rpucci2@hotmail.com

Um campeonato sem LTDA.


Bom, tirando os clubes empresas ( Times como Prudente, Guaratinguetá, que so server para ganhar dinehiro e mudar de cidade toda a hora) do  Paulsitão, se você considerar a Campanha desse ano, seria assim a divisão de times.

SÉRIE A-1                    

SANTOS
SÃO PAULO
CORINTHIANS
PORTUGUESA
BOTAFOGO
PONTE PRETA
PALMEIRAS
OESTE
MOGI MIRIM
MIRASSOL
BRAGANTINO
RIO CLARO
SÃO BENTO
SERTÃOZINHO
RIO BRANCO
U.SÃO JOÃO
LINENSE
NOROESTE
U. BARBARENSE
SÃO JOSÉ

SÉRIE A-2

MONTE AZUL
AMÉRICA
MARÍLIA
GUARANI
RIO PRETO
TAQUARITINGA
FLAMENGO
COMERCIAL
FERROVIARIA
PENAPOLENSE
XV JAÚ
XV PIRACICABA
JUVENTUS
FRANCANA
TAUBATÉ
LEMENSE
ITAPIRENSE
BATATAIS
PORTUGUESA SANTISTA
OLÍMPIA

SÉRIE A-3

BANDEIRANTE
INTER BEBEDOURO
INTER LIMEIRA
VELO CLUBE
NACIONAL
SANTACRUZENSE
GUAÇUANO
SÃO VICENTE
GUARIBA
FERNANDOPOLES
JOSÉ BONIFACIO
JABAQUARA
TUPÃ
JACAREI
AMPARO
BARRETOS
PALESTRA
ASSISSIENSE
E.C. SÃO BERNARDO
CAPIVARIANO
MATONENSE
PAULISTINHA
RADIUM
INDEPENDENTE
PALMEIRINHA
SUMARÉ
GUARULHOS

Daria para eliminar a quarta divisão, fazendo a Série A-3 com 27 clubes.

E na verdade, ano que vem será assim:

SÉRIE A-1

PONTE PRETA
SÃO CAETANO
PORTUGUESA
BOTAFOGO
BRAGANTINO
LINENSE
NOROESTE
SANTO ANDÉ
PRUDENTE
AMERICANA
ITUANO
MIRASSOL
MOGI MIRIN
OESTE
PAULISTA
SANTOS
SÃO BERNARDO
SÃO PAULO
PALMEIRAS
CORINTHIANS

SÉRIE A-2

AMÉRICA
MONTE AZUL
SOROCABA
COMERCIAL
SÃO BENTO
XV DE PIRACICABA
FERROVIARIA
CATANDUVENSE
GURANI
MARÍLIA
PÃO DE AÇÚCAR
RED BULL
RIO CLARO
RIO BRANCO
RIO PRETO
SÃO JOSÉ
SERTÃOZINHO
PALMEIRAS B
U. BARBARENSE
U. SÃO JOÃO

SÉRIE A-3

(AINDA FALTA DECIDIR TRÊS CLASSIFICADOS DA SÉRIE B)

FLAMENGO DE GUARULHOS
FRANCANA
ARAÇATUBA
BATATAIS
JUVENTUS
LEMENSE
PENAPOLENSE
TAQUARITINGA
TAUBATÉ
XV JAÚ
OSVALDO CRUZ
SÃO CARLOS
ITAPIRENSE
BARUERI
OSASCO
INTER DE LIMEIRA

Diferença ne? São 29 times empresas nos 4 divisões Paulsita, tirando espaço dos clubes de mais tradicão.